O fim do Aborto Elétrico

A Turma da Colina crescia assim como a popularidade do Aborto Elétrico. As coisas pareciam estar bem, mas desentendimentos entre Fê Lemos e Renato Russo se tornaram comuns. Durante um show, em Brasília, em dezembro de 1980, o vocalista errou a letra de uma música. Fê ficou irritado e jogou a baqueta no rosto de Renato, que estaria abalado pela morte de John Lennon. Após o show, Renato comunicou ao baterista:

-A banda acabou!

-Não cara! (respondeu Fê)

No livro Levadas e Quebradas, Fê conta seu sentimento quando Renato decretou o fim da banda. “O mundo desapareceu sob os meus pés. Pode parecer piegas, mas foi o que senti. Meu coração se apertou. Naquele momento senti doer dentro do corpo, aquela moleza que dá nos joelhos quando você se vê em extremo perigo.”  No livro, o baterista usa depoimentos de pessoas que estavam presentes no show para tentar provar que o grupo não acabou por causa da baquetada. Ele lembra que a banda ainda fez algumas apresentações após o incidente, mas as brigas entre os dois eram cada vez mais frequentes.

O último desentendimento aconteceu quando o Aborto Elétrico recusou incorporar Química ao repertório no final de 1981.  Fê  considerou a letra da música infantil. “Aí eu falei para ele (Renato) que não tinha gostado do refrão, achava falso, não me identificava com aquilo como com Tédio, Que País É Este e outras músicas”.

Após a saída de Renato, o grupo continuou com Fê, Flávio e Ico Ouro Preto, irmão de Dinho Ouro Preto. Fê arriscava ser o vocalista da banda. Renato voltou ao grupo para fazer o último show do Aborto Elétrico no Centro Olímpico da UnB. Ico ficou nervoso e sumiu horas antes do show. Com o público de 5 mil pessoas esperando o começo da apresentação, Fê pediu para Renato tocar. O vocalista topou na hora e o show foi um grande sucesso. Mesmo após essa volta, Renato já tinha certeza do que queria: ter uma carreira solo. Após três anos (1979-1982) acabava o Aborto Elétrico e surgia o Trovador Solitário. Em 1982, Renato gravou o álbum Trovador Solitário com músicas que foram compostas na época como Eduardo e Mônica, Faroeste Caboclo e Eu Sei, que seriam consagradas com a Legião Urbana.

4685735

Renato começou a abrir shows de grupos locais acompanhado apenas pelo violão.  Fê e Flávio foram convidados para entrar no Capital Inicial. Ainda faltava um vocalista. A gaúcha Heloísa Teixeira, que estudava com Fê, mas não era da Turma da Colina, foi a primeira a assumir o posto. Ela fez alguns shows com a banda, mas saiu do grupo após ser proibida pelo pai. Em 1983, a banda Dado e o Reino Animal, formada por Loro Jones, Marcelo Bonfá (futuro baterista da Legião Urbana), Pedro Thompson nos teclados, Dado Villa-Lobos na guitarra e Dinho Ouro Preto no baixo, que realizou seu único show justamente com o Aborto Elétrico e a Plebe Rude na UnB, acabou. Com o fim da banda, Bonfá e Villa-Lobos formaram a Legião e Loro Jones e Dinho se juntaram ao Capital Inicial.

Enquanto isso, a Plebe Rude se firmava cada vez mais no cenário de Brasília. Já Os Paralamas do Sucesso, formado por Pedro, Bi Ribeiro e Herbert Viana, que se mudaram para o Rio em 1977, faziam sua primeira grande apresentação em 1982 ao abrir um show para o cantor Lulu Santos no Circo Voador no Rio de Janeiro.

Confira o vídeo em que Renato Russo fala sobre o episódio da baquetada:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s